Postagem em destaque

Rock on Stage: "Tales Of The Dark Cult " entre os melhores lançamentos nacionais do ano de 2015.

RATTLE citado entre os melhores lançamentos nacionais do ano de 2015!! "No lado do Thrash Metal então é quase um ultraje citar alg...

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

DIE FIGHT Review: Hell´s Thrash Horsemen - Till Violence/ Rattle - "Pain is Inevitable"




(Por Rafael Brito)

Holocaust Prod./Headcrusher produções - Nacional

Nota 9.0

Split álbum com as bandas Hell´s Thrash Horsemen (Rússia) e a banda Rattle (Brasil). A banda russa estreia com a faixa “Till Violence”, uma introdução climática e soturna, logo após a faixa “Prologue to Slaughterhouse” já chega mostrando o estilo da banda, a união entre heavy metal e thrash oitentista. Destaque para o ótimo trabalho das guitarras com riffs marcantes. “Beginnig of War” começa cadenciada e no decorrer da música, vai ganhando velocidade, na sequência vem “Hell´s Thrash Horsepower” e “Serial Man” despejando uma saraivada furiosa de ótimos riffs e destaque especial para os harmônicos utilizados em larga escala, que dão um tom ainda mais pesado ao álbum. O próximo som “My Feelings to the Past”, com uma introdução mais blue, mistura efeitos instrumentais melódicos e guitarras com timbres sujos, transformando a faixa numa balada profunda. A banda finaliza com um cover de “The Preacher” do Testament, um trabalho muito bem feito que leva à insanidade qualquer thrashmaníaco.

Contatos:
www.myspace.com/hellsthrashhorsemen

Nota - 9.0
A banda RATTLE vem de Salvador pra mostrar, com peso e velocidade, que as bandas nacionais não devem nada às bandas gringas. Logo na primeira faixa “Hell for the Living Dead” vemos a influência musical da banda, instrumental thrash pesadíssimo, vocais ultra guturais e letras que falam de vampiros, zumbis e etc, tanto que a introdução foi tirada do filme “O Despertar dos mortos”, de George Romero - 1978. “Drinking Blood” vem destruindo tudo com uma introdução de baixo muito bem feita, “Operation Exterminate” dá continuidade ao caos organizado deste Split CD. A pesadíssima “The End” já começa com riffs muito bem executados e uma levada de bateria matadora, com muita velocidade e precisão, que pegam de surpresa o ouvinte e é impossível de ouvir sem agitar. Ao longo de seus 6:16 a música leva ao extremo tudo aquilo que a banda se propõe a fazer neste trabalho. A banda fecha a sequência matadora com cover de um clássico do thrash metal, “Mass Hypnosis”, sucesso do Sepultura. Esse cover, com certeza, resume de forma clara as influências da banda Rattle e foi impecavelmente executada.
Contatos:
wwww.myspace.com/rattleband

Originalmente publicado no site DIE FIGHT em 24 de fevereiro de 2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow us on FaceBook