Postagem em destaque

Rock on Stage: "Tales Of The Dark Cult " entre os melhores lançamentos nacionais do ano de 2015.

RATTLE citado entre os melhores lançamentos nacionais do ano de 2015!! "No lado do Thrash Metal então é quase um ultraje citar alg...

segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

RATTLE on Studio

 

Vídeo registrando a RATTLE no Garage Studio, gravando duas músicas que vieram a fazer parte da coletânea "Hellstouch", lançada em junho de 2012 pela Shinigami Records.

Recording songs for Hellstouch Compilation (Shinigami Records/2012), on Garage Studios. Recorded and Mixed by Leonardo Pacheco.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Rattle: primeiro full length lançado pela Shinigami Records


 Após três meses de votação, e com quase 13 mil votos válidos, no inicio de outubro foi divulgado o resultado onde os internautas elegeram as bandas que terão o seu trabalho lançado através da gravadora paulista Shinigami Records:  a banda no primeiro lugar terá o seu trabalho lançado enquanto que e as segunda, terceira e quarta colocadas participarão de um split.

 
A RATTLE,  a banda mais votada, graças a uma intensa campanha feita pela internet através de diversas redes sociais e emails, conquistou o primeiro lugar. O guitarrista Henrique Coqueiro respondeu a algumas perguntas:


 

1 - Qual a importância da coletânea Hellstouch para a Rattle?
Para a Rattle com certeza foi muito importante participar da coletânea Hellstouch. Além de colocar nosso nome junto com bandas muito competentes do cenário underground de todo o Brasil e também de uma gravadora com a reputação da Shinigami, indubitavelmente está servindo como uma vitrine fantástica para divulgação do nosso trabalho além das fronteiras de nossa região. Além do mais, ficamos muito orgulhosos de representar a região Nordeste do país com nossa presença na coletânea.

 

2 - O que podemos esperar da Rattle para o próximo lançamento?
Para o próximo lançamento, que será nosso primeiro full lenght certamente podem esperar muita raça, empenho, dedicação, muita agressividade e brutalidade sonora. Estamos empenhados em realizar gravações com uma qualidade superior às anteriores, tanto tecnicamente quanto em termos de tecnologia, sem deixar de lado o aspecto orgânico, o qual prezamos bastante. Pensamos em regravar algumas músicas que já lançamos anteriormente, no intuito de podermos agora, com mais recursos, explorar todo o potencial destas composições e também trabalhar em cima de novas composições com o espírito característico da Rattle, que é a agressividade, muito peso, velocidade aliada a partes intricadas e algumas variações rítmicas com razoável técnica.

 

3  - Qual a importância das redes sociais na conquista do concurso da Shinigami?
As redes sociais na verdade representaram a parte mais importante dessa nossa conquista. Elas foram a ferramenta perfeita a qual utilizamos incansavelmente, com muita determinação e afinco ao logo de alguns meses, através da divulgação das votações em todos os meios nos quais poderíamos nos fazer vistos nas redes sociais. E não teria como ser diferente, dada a facilidade de comunicação por esse meio, a velocidade com que uma informação se espalha, a possibilidade de recrutar amigos, amigos de amigos e amigos de amigos de amigos para nos darem essa força. Sabíamos desde o início que nosso foco de divulgação deveria ser esse. Foi bastante cansativo e intenso, mas no final deu tudo certo e valeu muito a pena.






Review do split Pain is Inevitable na Revista Hell Divine Nº 12

Rattle/Hell’s Thrash Horsemen - “Pain is Inevitable” (Holocaust/Headcrusher  Rec)

Em termos de Thrash Metal o Brasil está muito bem representado. Não é de hoje que o estilo possui grandes bandas e excelentes lançamentos, e a cada ano surgem novas bandas para comprovar isto. O Rattle, em parceria com a banda russa Hell’s Thrash Horsemen, lançou o split “Pain is Inevitable”, apresentando um total de doze faixas despejando grandes doses de violência, duas
delas covers, um do Testament (“The Preacher”, feita pelos russos) e Sepultura (“Mass Hypnosis”, Sepultura, pelo Rattle), em versões corretas e bem executadas.

As duas bandas se igualam no quesito qualidade, destacando “Drinking Blood” do Rattle, tocada numa velocidade absurda e empolgante e “My Feeling to the Past”, do Hell’s Thrash Horsemen. A diferença entre as bandas está no método de composição, onde os russos preferem trabalhar com mais melodias e ritmos cadenciados, enquanto o Rattle não poupa na sujeira e na rapidez. “Hell of the Living Dead” do Rattle começa com trechos do filme “Dawn of the Dead”, dando o clima necessário pra porradaria tomar conta...
 “Quando o inferno estiver cheio, os mortos andarão sobre a Terra”. Nada mais apropriado, não é mesmo?  Indicado sem restrições aos thrashers!

Nota: 8.0
Maicon Leite 

Originalmente publicado na Revista Hell Divine Nº 12 nov/ 2012 (pag. 35)


Para visualizar na tela, clique:

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Gehenna Night Festival dia 15/2012 em Jequié\BA



Dia: 15 de Dezembro de 2012 
Hora: 19:00
Bandas: Assassination, Trepanator, Suffocation Of Soul, Rattle, Blackoutt X, Chaos Conspiracy
Local : Sítio Rio das Contas, Estrada do Curral Novo
Cidade: Jequié\Bahia
Ingresso: R$ 15,00 (Até dia 10/2012) Depois do dia 10 será R$ 20,00

Obs: Para mais informações acesse o blog do evento
http://gehennanf2012.blogspot.com.br/

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Review do split "Pain is Inevitable" na Rock Meeting Nº 38

Revista digital Rock Meeting Nº 38 (novembro de 2012) - Review do split "Pain is Inevitable"

Revista Rock Meeting Nº 38
 
Baixe gratuitamente - http://migre.me/bDMDm 
 

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

RESENHA DA COLETÂNEA HELLSTOUCH NO ROCK ON STAGE.

Originalmente publicado no site Rock on Stage, em  15 de outubro de 2012

Hellstouch - Coletânea 20 Faixas - Shinigami Records - 2012 

 Sempre trazendo os principais lançamentos do som extremo a Shinigami Records iniciou um ousado projeto ao editar uma coletânea com 12 bandas que não são tão conhecidas e tocam nos estilos extremos comuns aos lançamentos da gravadora paulista. E a ideia é muito mais ambiciosa ainda, pois, existe uma "competição" entre as bandas e os fãs irão escolher a melhor dentre todas, e aí a vencedora irá gravar um cd completo bancado pela Shinigami. 

Black Cadle Night, a primeira do cd Hellstouch é do Cruscifire, um quarteto de Atibaia/SP, que já é um conhecido aqui do Rock On Stage, pois além de vê-los ao vivo em Espírito Santo do Pinhal/SP ( confira aqui ) também resenhei seu cd Chaos Season ( leia mais aqui ) e esta feroz composição Death Metal foi a escolhida com seus urros violentos e um peso muito maior que em primeiro cd. Depois, o Cruscifire dispara outro petardo com Last March, que consegue ser ainda mais furiosa, seja nos vocais de Victor Angelotti ou na sua parte instrumental destruidora. Em seguida, somos expostos a Liar, que marca a única contribuição do Hellpath, quinteto oriundo de Londrina/PR e que faz um Heavy Metal com vocais mais voltados para o Black/Thrash Metal bem envolventes. O Hocnis, que foi a próxima banda convidada, também só aparece com uma música na coletânea, a Hate In Your Eyes que é um fortificado e agressivo Thrash Metal do quarteto de Belo Horizonte/MG. Com a linha direta de um Punk Rock, o Imminent Attack mostra Splact, que é muito exibe a linha agressiva das guitarras de Erick Veles e Ivan Skully em seu rápido andamento. E o quinteto de de São Paulo/SP continua em Hellstouch elevando o seu peso instrumental com Noise For Nothing, porém sempre dando a veia Punk raivosa mesclando com um Thrash Metal. A banda seguinte é o Mother Zombie, que faz um Heavy Thrash Metal cativante como é visto em All Day Long e tenho que ressaltar os vocais de Júlio Buzoli e a pegada instrumental Heavy da banda. Participando com duas músicas, o Mother Zombie nos mostra Suicide Town, e a linha adotada por eles nesta mistura Metal Tradicional com vocais mais fortes, que deixam a música muito interessante e afirmo: olhos e ouvidos na carreira desta banda. The Darkness Behind The Night é um ótimo Heavy Metal, cujos vocais notam-se claras influências de Ronnie James Dio, com destaque para os longos solos de guitarra e o andamento de baixo do Mud Lake. Trazendo uma atmosfera mais caótica, o Prey Of Chaos parte para um Grindcore agressivo que alterna momentos cadenciados e rápidos, mas sempre cheio de urros como vemos em Forgotten By God. Com este ótimo trio de Araraquara/SP, que cravou também a Grinding Brains na coletânea, podemos constatar uma coisa: não existe perdão - é bordoada sem parar e urrada na maior violência que um Grindcore pode proporcionar. Com um ritmo mais 'sujo' temos Chased By Words, que marca a primeira composição do Puppets From Hell é indicada para quem aprecia o Metallica mais cadenciado e eles prosseguem com Guilty Man, que é possuidora de uma pegada no estilo do Linkin Park bastante interessante. 

Call Of Duty do Rattle começa com uma linha instrumental vigorosa e muito bem tocado pela banda de Salvador/BA, para que então os urros do vocalista Val Oliveira apareçam em uma base rápida e cada vez mais furiosa. 

A segunda do Rattle em Hellstouch é a Embodiment Of Evil, que é ainda mais acelerada e violenta, como se percebe nos urros combinados com a guitarra, baixo e bateria. 

Após uma galera que soca a mão no mais descomunal peso, nada melhor que uma voz mais suave para balancear um pouco, e não que a ótima vocalista Daniele Navarro traz o encantador clima sombrio do Gothic Metal do Rhevan em Horror Park? Depois o quinteto de Campo Grande/MS exibe When All The Heroes Are Gone, cujo destaque vão para os teclados e os vocais mais fortes, que fazem um contraste com a leveza da vocalista, mas não pense que isso tirou o ambiente obscuro da música. O trio Severe Disgrace exibe sua cara com Dark World em um Thrash Metal distorcido, cadenciado e infestado de repiques nos pratos, que recebem uma velocidade muito grande após a entradas dos vocais que te faz perceber influências de nomes como o Torture Squad ( aliás, indico esta para os momentos de bater a cabeça ). Finalizando a coletânea Hellstouch temos a banda This Grace Found, oriunda de São José dos Campos/SP exibindo o mais colérico Death Metal que está presente em World Collapse, que é devidamente urrado a plenos pulmões por Luiz Artur. E além desta, o quarteto executa com uma fúria descomunal também a matadora Your Life Remains The Same. 

Muito importante a iniciativa da Shinigami Records com esta coletânea Hellstouch, pois assim é fornecido o espaço que muitas bandas de qualidade necessitam para colocar sua arte mais visível e os fãs podem ter uma pequena ideia de muitas boas bandas da cena extrema brasileira. 

Nota: 9,0. 

Sites: www.shinigamirecords.com.br.

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

SHINIGAMI RECORDS ANUNCIA VENCEDORES DA COLETÂNEA HELLSTOUCH

É com prazer que a Shinigami Records anuncia os vencedores da Coletânea Hellstouch, cuja votação terminou no dia 30 de setembro de 2012. 


Após três meses de votação, e com quase 13 mil votos válidos, os internautas elegeram as bandas que terão o seu trabalho lançado através da gravadora – a banda no primeiro lugar terá o seu trabalho lançado enquanto que e as segunda, terceira e quarta colocadas participarão de um split. 


A Coletânea Hellstouch, lançado em julho de 2012 para comemorar o Mês do Rock, foi uma empreitada da Shinigami Records para mostrar a público, brasileiro e estrangeiro, as novas caras da cena do metal nacional. 


As bandas vencedoras foram: 

1º Rattle 

2º Hocnis 
3º Puppets of Masters 
4º Imminent Attack 

A Shinigami Records parabeniza às bandas ganhadoras e agradece a participação de todos os que votaram no concurso. 

Para comprar a Coletânea Hellstouch visite a nossa loja virtual.

RATTLE: músicas na www.RadioUnfriendly.com

Super Team
Nossas músicas foram adicionadas ao playlist da web radio radiounfriendly.com 

check at: 

 www.RadioUnfriendly.com 


 http://metalsanaz.com/radio-unfriendly-show 



http://www.shoutcast.com/Internet-Radio/radiounfriendly

sábado, 25 de agosto de 2012

Máquina Profana Fest /Metal Maniacs Zine: HELLSTOUCH (Review)





Originalmente publicado no site Máquina Profana Fest e no site Metal Maniacs Zine, em  24 de agosto de 2012

Álbum: Hellstouch (Shinigami Records/Julho/ 2012) - Nota : 9

Coletâneas como uma forma de divulgação e para ampliar ainda mais o conhecimento de bandas é muito válido, sempre existiu e sempre irá existir, tanto no Brasil como em qualquer outro pais , fazer uma coletânea é uma forma um tanto mais barata e eficaz na divulgação de bandas , pois podemos ter compilações com trocentas bandas de estilos distintos, onde uma vez ou outra você não conhece todas e assim poderá conhecer as outras bandas participantes ,fazendo uma grande corrente de apoiadores, fãs etc.
Eu sempre gostei de coletâneas , desde quando eu fazia as minhas próprias em fita , para poder ouvir no Walkman, bom a Shinigami Records  teve uma iniciativa bem legal. Onde eu me lembrei bastante dessa época e com isso fazer o nome das bandas serem mais conhecidas.
São 12 bandas brasileiras em 20 faixas , que já são bem conhecidas na cena Underground e grandes batalhadoras por um espaço mais amplo. Todas as bandas esbanjam técnica e criatividade:

O único fator ruim do material seria a oscilação dos trabalhos, isso por causa da produção que cada banda utilizou em suas gravações ,sendo que se todos os materiais tivessem sido gravados todos no mesmo local, com os mesmos produtores seria muito mais show, mas é uma coletânea, e coube a cada banda enviar o seu melhor e todas as bandas estão de parabéns !

 ... A banda de Thrash/Death   RATTLE vem com as Call of Duty e Embodiment of Evil...

Como disse anteriormente todas as bandas estão de parabéns pelo excelentíssimo trabalho demonstrado em suas músicas, mostrando com clareza a diversidade e qualidade das bandas que temos em Nosso Underground

sábado, 11 de agosto de 2012

Metal Samsara (review): Hellstouch (Shinigami Records/compilation - 2012)



Hellstouch (Coletânea com várias bandas) Shinigami Records – Nacional
Nota 9
Por Marcos Garcia

Originalmente publicado no site Metal Samsara em 03 de agosto de 2012.
http://metalsamsara.blogspot.com/2012/08/hellstouch-coletanea-de-varias-bandas.html
 
A história do Metal brasileiro é pautada por muitas coletâneas que fizeram parte de todo o processo de evolução e construção do cenário nacional. Bastando citar a série SP Metal dos anos 80 (que expôs ao mundo bandas como KORZUS, SALÁRIO MÍNIMO e CENTÚRIAS, bem como as que pararam, como AVENGER, PERFORMANCES, ABUTRE, SANTUÁRIO, e VÍRUS, e que teve apenas duas versões), a Warfare Noise (onde surgiram SARCÓFAGO, CHAKAL, MUTILATOR, HOLOCAUSTO, WITCHAMMER, e outros que ficaram por ali, como MAYHEM, MEGATHRASH, AAMONHAMMER, RAZEFORCE, GREY FLOW, BUTCHER e DISEASE), A Headthrashers Live (que revelou o MX e o NECROMANCIA, fora trazer ainda COVA e BLASPHEMER) entre outras, já que são trabalhos não tão caros de serem feitos e podem trazer um bom número de bandas.
A Shinigami Records, em uma mostra de coragem e do quanto apóia o Metal brasileiro, acaba de lançar a coletânea ‘Hellstouch’, com várias bandas da cena brasileira, de vários estilos, e de várias regiões do país, mostrando que o talento musical está distribuído pelo país, fora do eixo SP-RJ-MG, em uma pluralidade saudável. 
Tal trabalho mostra a enorme injustiça que se comete em nosso underground, já que cada uma das bandas mostra trabalho autoral, vibrante e cheio de vida, e acabam sendo ignoradas pelo grande público sem explicações claras, e que depois lamenta porque as bandas daqui, quando se tornam gigantes, raramente fazem show pelo país.
Sonoramente falando, a qualidade oscila bastante conforme a qualidade do material enviado para a gravadora, sendo que isso ocorre devido à personalidade de dificuldades que cada uma encontrou de gravar seu material. Do Death Metal matador e veloz ao Metal Tradicional, o alcance é bem grande, logo, ouçam com calma e acharão ótimas bandas, com destaque para o HELLPATH, arrasador com a faixa ‘Liar’, onde transpira um Death/Thrash mais melodioso bem forte e pesado, mas ainda assim bruto; o louquíssimo MOTHER ZOMBIE, com suas músicas ‘All Day Long’ e ‘Suicide Town’, que solta um Thrash/Heavy bem eclético e pesadão; MUD LAKE, com um Metalzão de primeira em ‘The Darkness Behind the Light’, pesada e com uma pegada mais tradicional; o Grindcore barra-pesada do PREY OF CHAOS, que numa pegada bem bruta executa ‘Forgotten by God’ e ‘Grinding Brains’; o forte e moderno PUPPETS FROM HELL, com seu Heavy Metal moderno, com ‘Chased by Words’ e ‘Guilty Man’; o ataque mamutesco do RATTLE, com seu Death/Thrash sem frescuras e bem trabalhado em ‘Call of Duty’ e ‘Embodiment of Evil’; a beleza e pujança do RHEVAN, fazendo seu Metal sinfônico elegante e denso em ‘Horror Park’ e ‘When All the Heroes are Gone’; e o Thrash insano mais Old School do SEVERE DISGRACE em ‘Dark World’. As outras que não foram citadas são igualmente ótimas.
Ótima iniciativa, e parabéns às bandas e à Shinigami Records.

01. Black Candle Light (CRUSCIFIRE)
02. Last March (CRUSCIFIRE)
03. Liar (HELLPATH)
04. Hate in your Eyes (HOCNIS)
05. Splact (IMMINENT ATTACK)
06. Noise For Nothing (IMMINENT ATTACK)
07. All Day Long (MOTHER ZOMBIE)
08. Suicide Town (MOTHER ZOMBIE)
09. The Darkness Behind the Light (MUD LAKE)
10. Forgotten by God (PREY OF CHAOS)
11. Grinding Brains (PREY OF CHAOS)
12. Chased by Words (PUPPETS FROM HELL)
13. Guilty Man (PUPPETS FROM HELL)
14. Call of Duty (RATTLE)
15. Embodiment of Evil (RATTLE)
16. Horror Park (RHEVAN)
17. When All the Heroes are Gone (RHEVAN)
18. Dark World (SEVERE DISGRACE)
19. World Collapse (THIS GRACE FOUND)
20. Your Life Remains the Same (THIS GRACE FOUND)

Contatos:

 
 

sábado, 21 de julho de 2012

HELLSTOUCH - COLETANEA (Shinigami Records/2012) - À VENDA!





A Coletânea Hellstouch, empreitada levada a cabo pela gravadora paulistana Shinigami Records, nasceu com o objetivo de apoiar e divulgar o trabalho das bandas brasileiras que trabalham arduamente para consolidar e engrandecer o cenário nacional do Heavy Metal.

Após um árduo trabalho de seleção, entre centenas de bandas de todo o vasto território brasileiro e de todos os gêneros dentro do estilo que enviaram o seu trabalho para serem analisado, as escolhidas foram CRUSCIFIRE (Atibaia / SP), HELLPATH (Londrina/PR) , HOCNIS (Belo Horizonte / MG) , IMMINENT ATTACK (São Paulo / SP) , MOTHER ZOMBIE (Jaboticabal / SP), MUD LAKE ( Monte Alto/SP), PREY OF CHAOS ( Araraquara/SP), PUPPETS FROM HELL (Rio de Janeiro / RJ), RATTLE (Salvador / BA), RHEVAN (Campo Grande/MS), SEVERE DISGRACE (Rio de Janeiro/RJ) e THIS GRACE FOUND (São José dos Campos / SP).

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Metal Samsara (Review): Hell's Thrash Horsemen/Rattle – Pain is Inevitable (Split CD)





Holocaust Prod./Hedacrusher Prod. – Nacional
Notas: 7 para Hell's Thrash Horsemen; 9 para Rattle
Por Marcos Garcia

Desde os anos 80, a fórmula dos Splits continuamente é usada, trazendo duas bandas, em geral desconhecidas do grande público, e com esse entre as bandas Hell's Thrash Horsemen (da Rússia) e o Rattle (do Brasil) não poderia ser diferente.
Ambas as bandas são quintetos, sendo que os russos se dedicam a fazer um Thrash Metal anos 80 bem personalizado, com fortes toques da segunda geração da escola americana, ou seja, não abrem mão da agressividade e peso, mas ao mesmo tempo, as melodias estão presentes de forma bastante evidente, em uma música técnica e cheia de energia. Já o Rattle prefere fazer um Thrash/Death Metal forte, com bastante técnica e peso, mas ao mesmo tempo, intenso e bem agressivo, seguindo os moldes da escola européia (especialmente a sueca) do estilo.
Os russos gravaram, mixaram e masterizaram seu trabalho nos Alex Studio em setembro de 2008, com a produção de Alex Chernenkov e da própria banda, e a gravação ficou em um nível bem razoável, embora um pouquinho abafada, mas é possível captar a sonoridade da banda e ver que sua proposta sonora é boa.
Já o Rattle fez sua parte de estúdio nos MD Studios, tendo a parte técnica sido feita por Sidinei Falcão, em uma gravação limpa e seca, bem ríspida e que foca no conjunto, ou seja, todos os instrumentos aparecem bem.
O Hell's Thrash Horsemen é uma boa banda, mas carece de uma pequena dose de personalidade, pois ainda está muito apegado às suas influências, logo, ainda parecem com outras bandas. Não é que não exista personalidade no trabalho musical deles, mas poderia ser melhor, e ouvindo, temos a clara idéia que a banda é boa, especialmente por momentos fortes como Prologue to Slaughterhouse, uma faixa bem variada e forte, assim como a cadenciadaBeginning of War, a boa Serial Man e o cover para The Preacher, do Testament. Ou seja, eles podem e tem talento para fazer um trabalho excelente.
O Ratlle é uma banda bem justinha, tem personalidade e sabe equilibrar bastante sua sonoridade, sabendo ser técnico e ríspido, mas sem deixar de mostrar uma técnica musical ótima. Ótimos riffs em The Hell of the Living Dead, música bastante empolgante com momentos bem 'slayerianos' aqui e ali; Drinking Blood, com seu baixo bem técnico e ótimos vocais guturais, em outra faixa bastante envolvente; a curta e esporrenta Operation: Exterminate!; The End, uma faixa muito bruta e intensa, com ótimas conduções por parte da bateria; e a ótima versão para Mass Hypnosis, do Sepultura, expondo uma influência de seu som, mas sabendo ter personalidade própria.
Parabéns a ambas as bandas, e esperamos notícias ótimas de cada uma delas.


Hell's Thrash Horsemen - ...Till Violence

Tracklist:

01. ...Till Violence
02. Prologue to Slaughterhouse
03. Beginning of War
04. Hell's Thrash Horsemen
05. Serial Man
06. My Feelings to the Past
07. The Preacher (Testament Cover)



Formação:

Alexander Ivanov – Vocal
Nick Komshukov – Guitarras
Andy Kozhekin – Guitarras
Gleb Mikhaelchenkov – Baixo
Andy Azarov – Bateria

Contatos:



Rattle – Hell of the Living Dead

Tracklist:

08. Hell of the Living Dead
09. Drinking Blood
10. Operation: Exterminate!
11. The End
12. Mass Hypnosis (Sepultura cover)



Formação:

Val Oliveira – Vocais
Henrique Coqueiro – Guitarras
Gustavo Martins – Guitarras
Louan Kemlin – Baixo
Drica Lago – Bateria


Contatos:


Originalmente publicado no site Metal Samsara em 06 de julho de 2012

Follow us on FaceBook